... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Mídias
  2. Chama-maré

Chama-maré

Publicado por Aléssio F.

no dia 10/10/2020

45 visualizações

0 comentário

Chama maré

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Caranguejo-chama-maré registrado em Tamandaré, litoral sul de Pernambuco. Estes pequenos caranguejos são especialmente ativos durante as marés baixas e podem ser observados em grandes densidades em áreas de mangue. Os caranguejos vivem em grandes colônias com 50 a 100 indivíduos por metro quadrado, uma área em que se misturam caranguejos de todas as idades e sexos [1]. Quando eles se alimentam, formam várias diminutas bolinhas de substrato que vão se acumulando em torno da abertura de sua toca.

As espécies de caranguejo-chama-maré possuem um dimorfismo sexual acentuado. Os machos possuem um dos quelípodos (garra) muito maior que o outro, podendo chegar ao triplo do seu comprimento e pesar até metade do seu peso total. As fêmeas possuem duas garras pequenas.

Provavelmente trata-se da espécie Leptuca leptodactyla. É a menor espécie de chama-maré do Brasil.

Marcadores do autor

Observações

[1Zeil, J., & Hemmi, J. M. (2006). The visual ecology of fiddler crabs. Journal of Comparative Physiology A, 192(1), 1-25.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal