... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Mídias
  2. Dryadosaura nordestina

Dryadosaura nordestina

Publicado por Aléssio F.

no dia 28/08/2022

31 visualizações

0 comentário

Dryadosaura nordestina

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Detalhes da cabeça do lagarto Dryadosaura nordestina encontrado em Serra dos Cavalos, um brejo de altitude localizado na zona rural de Caruaru, Pernambuco. Descrita pela primeira vez em 2005 [1], é uma espécie que só ocorre na porção Nordeste da Mata Atlântica do Nordeste do Brasil. Dryadosaura nordestina é um pequeno lagarto com hábitos fossoriais da família Gmnophythalmidae. Possui um corpo alongado e robusto, patas curtas e uma longa cauda, que pode medir o dobro do comprimento do corpo.

É uma espécie muito ágil, que se esgueira rapidamente entre as folhas mortas da serrapilheira da mata. Os machos são significativamente maiores que as fêmeas. Dryadosaura nordestina é um predador ativo e generalista. Alimenta-se preponderantemente de formigas, cupins e larvas de insetos [2].

Registro realizado no dia 12 de março de 2022.

Marcadores do autor

18/18

Observações

[1Rodrigues, M. T., Freire, E. M. X., Pellegrino, K. C. M., & Sites Jr, J. W. (2005). Phylogenetic relationships of a new genus and species of microteiid lizard from the Atlantic forest of north-eastern Brazil (Squamata, Gymnophthalmidae). Zoological Journal of the Linnean Society, 144(4), 543-557.

[2Garda, A. A., de Medeiros, P. H., Lion, M. B., de Brito, M. R., Vieira, G. H., & Mesquita, D. O. (2014). Autoecology of Dryadosaura nordestina (Squamata: Gymnophthalmidae) from Atlantic forest fragments in northeastern Brazil. Zoologia (Curitiba), 31, 418-425.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal