... de Pernambuco, do Brasil e do Mundo! Descubra e compartilhe sua natureza.
  1. Mídias
  2. Eretmochelys imbricata

Eretmochelys imbricata

Publicado por Aléssio F.

no dia 25/02/2023

180 visualizações

0 comentário

Eretmochelys imbricata

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Eretmochelys imbricata, comumente conhecida como tartaruga-de-pente, é uma espécie de tartaruga marinha encontrada em águas tropicais e subtropicais ao redor do mundo. Elas têm um padrão distinto de sobreposição de escudos em suas carapaças e uma cabeça estreita com um bico pontudo para alcançar fendas para se alimentar de esponjas e outros invertebrados, notadamente de cnidários (corais e anêmonas). É uma espécie criticamente ameaçada de extinção de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

As tartarugas-de-pente são primariamente solitárias e diurnas, passando seus dias procurando comida e descansando em cavernas e fendas em recifes de coral. Quando são filhotes seguem grandes correntes marinhas, protegidas por ilhas de sargaço, onde acham comida e proteção. Elas também são conhecidas por sua capacidade de navegar longas distâncias entre locais de nidificação e áreas de alimentação, às vezes viajando milhares de quilômetros em um único ano [1]. As fêmeas depositam seus ovos em praias arenosas em regiões tropicais, com nidificação ocorrendo uma ou duas vezes por ano, e o tamanho da ninhada varia de 100 a 200 ovos por ninho. Estima-se que o número de ninhos construídos por Eretmochelys imbricata no Brasil seja de 2200 por temporada.

Infelizmente, as tartarugas-de-pente estão enfrentando ameaças significativas à sua sobrevivência, incluindo perda de habitat, caça furtiva de ovos e adultos e captura acidental em redes de pesca. Os esforços de conservação incluem o estabelecimento de locais de nidificação protegidos, a redução do impacto humano em seus habitats e a promoção de práticas de pesca sustentáveis. À medida que esses esforços continuam, é importante aumentar a conscientização sobre a importância crítica de proteger esta espécie e seu habitat para garantir a sobrevivência contínua de Eretmochelys imbricata para as gerações futuras.

Filhote registrado na praia de Tamandaré, litoral sul de Pernambuco, no dia 15 de abril de 2022, no momento que estava saindo do ninho para conquistar o Oceano Atlântico.

Marcadores do autor

Observações

[1Marcovaldi, M. Â., Lopez, G. G., Soares, L. S., & López-Mendilaharsu, M. (2012). Satellite tracking of hawksbill turtles Eretmochelys imbricata nesting in northern Bahia, Brazil: turtle movements and foraging destinations. Endangered Species Research, 17(2), 123-132.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal