... de Pernambuco, do Brasil e do Mundo! Descubra e compartilhe sua natureza.
  1. Mídias
  2. Sipunculus nudus

Sipunculus nudus

Publicado por Aléssio F.

no dia 15/05/2024

15 visualizações

0 comentário

Sipunculus nudus

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Sipunculus nudus é uma espécie de anelídeo marinho pertencente ao clado Sipuncula. É uma espécie cosmopolita, ocorrendo comumente em regiões costeiras tropicais, subtropicais e temperadas de todos os oceanos [1]. Indivíduos adultos podem medir até 15 centímetros de comprimento e vivem totalmente enterrados no sedimento. São animais solitários e sedentarios. Sipunculus nudus é um animal detritívoro e apresenta um papel ecológico importante na ciclagem de nutrientes e na geoquímica de sedimentos marinhos através do transporte de materia orgânica da superfície para dentro do substrato, atuando como um agente de bioturbação. Sipunculus nudus foi descrito originalmente por Linnaeus, em 1767, recebendo o nome Syrinx nudus.

Como outros membros do clado Sipuncula, S. nudus é um anelídeo com corpo cilíndrico em forma de saco túrgido preenchido com líquido com volume constante. O corpo é dividido em duas partes, um tronco não segmentado com um espaço celômico contínuo e uma proboscide introvertida que acolhe a boca cercada por um anel de tentáculos alimentares. Quando enterrado, o indivíduo everte a proboscide e os tentáculos são levantados ao redor da boca [2].

Registro realizado no dia 9 de maio de 2024 na praia de Penmarc’h, sul da Bretanha. Na França, Sipunculus nudus é coletado e usado como isca para a pesca de peixes. Em países asiáticos é uma espécie bastante apreciada na culinária e na medicina tradicional [3]. Estima-se em 20 mil toneladas a produção anual de S. nudus na China [4].

Marcadores do autor

Observações

[1Zheng, Z., Lai, Z., Wu, B., Song, X., Zhao, W., Zhong, R., ... & Wang, Q. (2023). The first high-quality chromosome-level genome of the Sipuncula Sipunculus nudus using HiFi and Hi-C data. Scientific Data, 10(1), 317.

[2Trueman, E. R., & Foster‐Smith, R. L. (1976). The mechanism of burrowing of Sipunculus nudus. Journal of zoology, 179(3), 373-386.

[3Zhang, C. X., Dai, Z. R., & Cai, Q. X. (2011). Anti-inflammatory and anti-nociceptive activities of Sipunculus nudus L. extract. Journal of Ethnopharmacology, 137(3), 1177-1182.

[4Li, J., Xie, X., Zhu, C., Guo, Y., & Chen, S. (2017). Edible peanut worm (Sipunculus nudus) in the Beibu Gulf: Resource, aquaculture, ecological impact and counterplan. Journal of Ocean University of China, 16, 823-830.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal