... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Mídias
  2. Coruja-buraqueira

Coruja-buraqueira

Publicado por Aléssio

no dia 20/08/2019

13 visualizações

0 comentário

Coruja-buraqueira

Escala do sujeito : não informado

Descrição

A coruja-buraqueira é uma ave da família Strigidae amplamente distribuída no Brasil. Seu nome científico é Athene cunicularia. É uma das espécies de coruja mais comuns e abundantes no país, podendo ser encontrada em áreas abertas e descampados, muito ativa durante o dia. São consideradas predadoras de pequeno porte. Se alimentam preponderantemente de insetos [1].

São chamadas popularmente de corujas-buraqueira devido ao seu comportamento de utilizar tocas construídas e abandonadas por outros animais ou cavadas pelas próprias corujas. Tais tocas são utilizadas para abrigo e locais de nidificação. As corujas adultas normalmente ficam empoleirados do lado de fora dos ninhos e quando algum intruso se aproxima, emitem um sinal de alarme e voam para poleiros mais afastados para afastar o intruso da entrada da toca com filhotes [2].

Registro realizado no município de Nova Olinda, Ceará. A coruja-buraqueira estava empoleirada em cima de um monte de rejeitos de exploração de calcário laminado próximo ao geossítio Pedra Cariri.

Marcadores do autor

Observações

[1Menezes, L. N., & de Toni Meira, N. (2012). Análise da ecologia alimentar da Athene cunicularia (Aves, Strigidae) numa área sob influência antrópica no município de Assis–SP. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da UNIPAR, 15(1).

[2Jacobucci, G. B. (2007). Comportamento de alarme em corujas buraqueiras (Athene cunicularia) durante o período reprodutivo no sudeste do Brasil. Revista Brasileira de Zoociências, 9(2).

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal