... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Mídias
  2. Sapo-de-chifres

Sapo-de-chifres

Publicado por Josival Araújo

no dia 15/11/2021

9 visualizações

0 comentário

Sapo de chifres

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Imagina estar fazendo trilhas na mata e encontrar um sapo deste tamanho. Antes de tudo é importante treinar os olhos para encontra-los no meio da serapilheira. A coloração do sapo-de-chifres é quase imperceptível no meio do chão da mata, por isso, esse animal fica parado, pois está confiante que seus predadores não vão lhe ver camuflado na serapilheira.

Os sapos-de-chifres chamam a atenção pelo seu tamanho, pois são de grande porte, além de possuírem esses apêndices na cabeça que se parecem com chifres. Esse apêndice palpebral chamou muito a atenção dos naturalistas desde o século XIX [1].

Eles vivem na serapilheira e tem um canto nupcial com notas graves e profundas. Quando adulto comem insetos, aranhas e crustáceos [2].

Esse sapo-dos-chifres pertence ao gênero Proceratophrys. Em Pernambuco são encontradas as espécies Proceratophrys cristiceps na Caatinga e P. renalis na Floresta Atlântica. A espécie Proceratophrys renalis parece ser comum nos fragmentos de Floresta Atlântica do Nordeste.

Marcadores do autor

Observações

[1Prado, G. M., & Pombal Jr., J. P. (2008). Espécies de Proceratophrys Miranda-Ribeiro, 1920 com apêndices palpebrais (Anura; Cycloramphidae). Arquivos de Zoologia, 39(1), 1. doi:10.11606/issn.2176-7793.v39i1p1-85

[2Teixeira RL & Coutinho ES (2002): Hábito alimentar de Proceratophrys boiei (Wied) (Amphibia, Anura, Leptodactylidae) em Santa Teresa, Espírito Santo, sudeste do Brasil. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão 14: 13−20.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal