... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Mídias
  2. Gafanhoto Proscopiidae

Gafanhoto Proscopiidae

Publicado por Aléssio

no dia 01/12/2019

18 visualizações

0 comentário

IMG 2595

Escala do sujeito : não informado

Descrição

Gafanhoto da Família Proscopiidae fotografado no Zoológico de Dois Irmãos, Recife.

Esta família compreende aproximadamente 215 espécies e 30 gêneros distribuídas pelas Americas Central e do Sul. São espécies crípticas caracterizadas por suas cabeças alongadas, antenas curtas e aparências de gravetos, sendo popularmente chamadas de bichos-pau, ou falso bicho-pau. Em algumas localidades no Sertão são conhecidas como «Alma de lenha». Grande parte das espécies apresenta um acentuado dimorfismo sexual, sendo os machos bem menores do que as fêmeas. Normalmente as espécies são descritas e diferenciadas pela estrutura da genitalia dos machos.

São insetos herbívoros e generalistas, alimentando-se de uma grande variedade de plantas. Algumas vezes podem ser consideradas pragas agrícolas.

Os primeiros fósseis de representantes de Proscopiidae, que viveram no Cretáceo, foram encontrados na Chapada do Araripe, Ceará [1]. A Formação Crato é um dos domínios sedimentares mais ricos em fósseis do Mundo, os quais exibem detalhes morfológicos em nível macromolecular [2].

Marcadores do autor

Observações

[1Heads, S. W. (2008). The first fossil Proscopiidae (Insecta, Orthoptera, Eumastacoidea) with comments on the historical biogeography and evolution of the family. Palaeontology, 51(2), 499-507.

[2Barling, N., Martill, D. M., Heads, S. W., & Gallien, F. (2015). High fidelity preservation of fossil insects from the Crato Formation (Lower Cretaceous) of Brazil. Cretaceous Research, 52, 605e622.

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal