... de Pernambuco, do Brasil e do Mundo! Descubra e compartilhe sua natureza.
  1. Mídias
  2. Eremita e anemonas

Eremita e anemonas

Publicado por Aléssio F.

no dia 22/03/2024

28 visualizações

0 comentário

Eremita e anemonas

Escala do sujeito : não informado

Descrição

A interação entre caranguejos-eremitas e algumas espécies de anemonas ditas «parasitas» é um dos exemplos mais familiares da relação ecológica conhecida como mutualismo. No mutualismo, que é um tipo de simbiose, as duas espécies são beneficiadas com a presença uma da outra. Na verdade, a relação entre o crustáceo e a anemona é marcada pelo intermédio indireto de uma terceira espécie: um molusco. A concha do gastropode constitui o elo da relação ecológica, fornecendo refúgio para o crustáceo e um substrato propício para a anemona. No caso da foto, são várias anemonas da espécie Calliactis parasitica (no mínimo 4)! Provavelmente a concha é da espécie de gastropode Gibbula magus.

Nesta relação de mutualismo, o caranguejo recebe proteção, pois as anemonas, armadas com seus nematocistos  , repelem potenciais predadores, como algumas espécies de cefalópodes. Em contrapartida, as anemonas são beneficiadas com a mobilidade passiva oferecida pelo caranguejo, aumentando assim sua dispersão. O deslocamento do caranguejo aumenta consideravelmente a area de alimentação de uma anemona, que também é capaz de se alimentar de restos alimentares deixados por seu hospedeiro.

Registro realizado na praia do Moinho Branco, Brest, no dia 12 de março de 2024.

Marcadores do autor

13/13
4/13

Comentar

Quem é você?

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal