... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. APA Aldeia-Beberibe

APA Aldeia-Beberibe

A Área de Proteção Ambiental Aldeia-Beberibe foi criada por um decreto governamental no dia 17 de março de 2010. Esta APA engloba uma das regiões prioritárias para a conservação da biodiversidade da Mata Atlântica do Nordeste do Brasil. As APAs são consideradas espaços de planejamento e de gestão ambiental de grandes áreas que possuem ecossistemas de importância regional. De acordo com a lei federal 9.985/2000 que estabelece o Sistema Nacional de Unidades de Conservação, a Área de Proteção Ambiental permite a exploração de recursos naturais de acordo com limites específicos estabelecidos pelo plano de manejo de cada unidade de conservação.

A maior parte dos quase 32 mil hectares da APA Aldeia-Beberibe está distribuída na formação geológica Barreira e é constituída por sedimentos arenosos-argilosos não consolidados, de origem continental. Esta formação conserva importantes lençóis freáticos, mantidos pela presença de grandes áreas de Mata Atlântica. De fato, as florestas estocam água em seus tecidos vegetais e principalmente no solo. O desmatamento conduz a uma liberação importante de água dos estoques subterrâneos e o solo sem cobertura vegetal perde a sua capacidade de retenção de água e erode com o tempo. Atualmente a APA Aldeia-Beberibe vem sofrendo com o desenvolvimento urbano, com a multiplicação de condomínios privados e a exploração descontrolada dos lençóis freáticos e o desmatamento.

A APA Aldeia-Beberibe abrange oito municípios da Região Metropolitana de Recife e inclui em seu território cinco Unidades de Conservação de Proteção Integral: Estação Ecológica de Caetés, Parque Estadual de Dois Irmãos, Refúgio da Vida Silvestre Mata de Miritiba, Refúgio da Vida Silvestre Mata de Quizanga e Refúgio da Vida Silvestre Mata da Usina São José. Nestes ambientes podem ser encontradas muitas espécies de aves, mamíferos, anfíbios, serpentes e lagartos e uma infinidade de invertebrados possivelmente ainda desconhecidos pela ciência.

ESEC Caetés

Contribuições (183)

Triar: por data, por popularidade | Exibir : 9 mídias, 15 mídias, 30 mídias por página
  • Aranha-escorpião

    Esta minúscula aranha-saltadeira (Família Salticidae) estava pendurada em sua teia atravessando (...)

    Publicado em 10/05/2020

    89 visualizações

    0 comentário

  • Scinax x-signatus

    Scinax x-signatus é uma espécie de perereca arboricola muito comum e abundante em ambientes (...)

    Publicado em 06/05/2020

    30 visualizações

    0 comentário

  • Cupim «aleluia»

    Pequeno cupim voador já sem suas asas. Foto registrada logo após uma revoada de cupins, no dia 19 (...)

    Publicado em 04/05/2020

    23 visualizações

    0 comentário

  • Borboleta Pyrgus orcus

    Pyrgus orcus (família Hesperiidae) é uma pequena borboleta comum e abundante em ambientes de (...)

    Publicado em 02/05/2020

    47 visualizações

    0 comentário

  • Mosca Amblyonychus

    Amblyonychus é um gênero de moscas da família Asilidae. Na região neotropical são conhecidas 16 (...)

    Publicado em 01/05/2020

    67 visualizações

    1 comentário

  • Panara jarbas

    Borboleta da espécie Panara jarbas registrada na APA Aldeia Beberibe, Camaragibe, Pernambuco, no (...)

    Publicado em 28/04/2020

    27 visualizações

    0 comentário

  • Besouro Passalidae

    Os passalidae são besouros subsociais, apresentam cuidado parental e comunicação com (...)

    Publicado em 26/04/2020

    242 visualizações

    2 comentários

  • Besouro Neoathyreus

    O gênero Neoathyreus (Scarabaeoidea: Geotrupidae) é um conjunto (táxon) de besouros com 70 (...)

    Publicado em 26/04/2020

    27 visualizações

    1 comentário

  • Besouro Macraspis festiva

    Macraspis festiva é um besouro da subfamília Rutelinae. É uma espécie relativamente grande, com (...)

    Publicado em 25/04/2020

    149 visualizações

    1 comentário

1 ... 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 21

Apoie o Portal