... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Estação Ecológica do Tapacurá

Estação Ecológica do Tapacurá

A Estação Ecológica do Tapacurá é um Campus Avançado da Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE. A Estação foi criada em 1975 por João Vasconcelos Sobrinho e ocupa as terras da antiga Escola Superior de Agricultura São Bento que funcionou entre 1917 e 1936. A estação cobre atualmente uma área total de 794 hectares, sendo 400 de Mata Atlântica com predominância de floresta estacional semidecidual. Neste tipo de floresta algumas espécies de árvores perdem suas folhas durante a época seca. O restante da área da estação corresponde a parte do açude formado pela barragem do rio Tapacurá inaugurada em 1973. A barragem virou uma das lendas urbanas mais conhecidas de Recife após uma enchente histórica na cidade em 1975.

Na época de sua criação, a Estação Ecológica de Tapacurá apresentava uma área limitada de florestas, as quais ocupavam, e ainda ocupam, terrenos íngremes e pedregosos. Umas das áreas mais antigas de florestas faz parte do sistema de unidades de conservação do Estado de Pernambuco. O Refúgio de Vida Silvestre RVS Mata do Camucim possui área de 40,24 hectares e é provavelmente a região mais conservada da Estação Ecológica do Tapacurá, com árvores de grande porte. Também faz parte da Estação o RVS Mata do Toró, com aproximadamente 80 hectares. As áreas da estação em torno do lago formado pela barragem e as áreas ocupadas anteriormente pelas atividades da Escola Agricola, como também bordas de estradas, foram recuperadas através do plantio de mudas de espécies de árvores nativas de Mata Atlântica, notadamente mudas de Pau Brasil (Caesalpinia echinata Lamarck, 1789). Mais de 50 mil mudas de Pau Brasil foram utilizadas neste processo.

Hoje a Estação Ecológica de Tapacurá é uma base importante de pesquisas em Pernambuco, com estudos [1] realizados sobre os mais diferentes grupos taxonômicos. Além disso produz e fornece mudas de diversas espécies de árvores nativas para projetos de reflorestamento e restauração ecológica.

Estação Ecológica do Tapacurá

Observações

[1Moura, G. J. B., Azevedo Jr., S. M., & El-Deir, A. C. A. (Orgs.). (2012). A Biodiversidade da Estação Ecológica do Tapacurá: Uma proposta de manejo e conservação. Recife: NUPEEA.

Contribuições (32)

Triar: por data, por popularidade | Exibir : 9 mídias, 15 mídias, 30 mídias por página
  • Larva-trenzinho

    Larva de besouro do gênero Phrixothrix (Família Phengodidae) registrada da Estação Ecológica do (...)

    Publicado em 02/10/2019

    58 visualizações

    0 comentário

  • Aranha

    Alguém conhece essa espécie de aranha? Registrada na Estação Ecológica do Tapacurá

    Publicado em 19/06/2019

    15 visualizações

    1 comentário

  • Pareuptychia ocirrhoe

    Borboletas do gênero Pareuptychia. Este gênero é representado por oito espécies associadas a (...)

    Publicado em 16/05/2019

    22 visualizações

    0 comentário

  • Borboleta Hamadryas

    Gênero de borboletas que compreende 20 espécies com ampla distribuição na região neotropical. No (...)

    Publicado em 13/04/2019

    16 visualizações

    0 comentário

  • Formiga Cephalotes

    Cephalotes é um gênero de formiga neotropical. Espécies deste gênero são comuns e abundantes (...)

    Publicado em 15/02/2019

    21 visualizações

    0 comentário

  • Boana albomarginata

    Pequena espécie de perereca arborícola muito comum em fragmentos de Mata Atlântica, presente em (...)

    Publicado em 02/02/2019

    23 visualizações

    0 comentário

  • Marmosa murina

    Marmosa murina é uma pequena espécie de marsupial arborícola neotropical. São animais noturnos e (...)

    Publicado em 01/02/2019

    25 visualizações

    0 comentário

  • Tropidurus semitaeniatus

    Pequena espécie de lagarto com ampla distribuição no Nordeste do Brasil, notadamente na Caatinga. (...)

    Publicado em 13/01/2019

    15 visualizações

    0 comentário

  • Aranha armadeira

    As aranhas armadeiras compõem um grupo muito diverso de aranhas, que abarca muitos gêneros, entre (...)

    Publicado em 19/12/2018

    21 visualizações

    0 comentário

1 2 3 4

Apoie o Portal